sexta-feira, 20 de abril de 2012

Cerrada!

Fechada para balanço
para escorrega, para trepa-trepa.
Fechada para buscar inspiração,
Pois muitas vezes abrir
(seja lá o que for!)
É piração.
Fechada para escolher o que é melhor.
Fechada para proteger o meu melhor.
Em boca fechada não entram moscas
(nem comida!)
Assim as palavras não saem toscas.
(nem distorcidas!)
Fechada a procura da escuridão.
Fechada para conseguir o mínimo de ilumição.
Fechada para coisas a beça.
Tô nessa, sem pressa...
Fechada para balanço
para escorrega, para trepa-trepa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário